De repente...Dezembro...

É preciso que nossas atitudes sejam concretas para que o Natal realmente não passe despercebido... Para isso, é essencial que cultivemos, dentro do coração, a esperança em dias melhores...

 

Olá pessoal!

Parece que foi ontem que estávamos em fevereiro de 2020... era carnaval e ouvíamos falar de um vírus que estava na China e que corríamos o risco dele atravessar o oriente e chegar até aqui.

Apesar do receio que parte de nós tínhamos, nunca imaginávamos que viveríamos uma pandemia como essa, sobretudo no Brasil, país que muitos dizem ser “abençoado”, principalmente por não viver realidadecomo: guerras, furacões, tufões, tsunamis e terremotos avassaladores.

Fomos mesmo pegos de surpresa e, de uma hora para outra, nos vimos confinados em casa: nossas crianças impedidas de irem à escola, trabalhos transformando-se para home office, profissionais dos serviços essenciais arriscando-se na labuta diária.

E, dentro de tudo isso, ainda o tão “dolorido”distanciamento físico que tornou-se parte de nossa rotina: sem abraços, sem beijos e sem encontros com pessoas além daquelas que moram conosco...

Comércio fechado, viagens canceladas, teatros, shows, cinemas, restaurantes, enfim... a vida social... parou...

O desemprego aumentou, a desigualdade intensificou-se, vidas se foram e ainda se vão por causa da Covid19...

Dentro desse cenário, entre os meses de setembro e outubro renasceram as esperanças, o vírus parecia que estava indo embora, que estava realmente enfraquecendo... Daí observamos a reabertura do comércio, de bares, restaurantes, shoppings e até mesmo de algumas escolas do país...

Mas, em meados de novembro, assistimos novamente os casos e as mortes aumentarem, em um vai e vem que nenhum de nós gostaria de passar novamente, porém, é o que está acontecendo...

Diante de tudo isso vimos os dias, os meses, o tempo passando, como diz o ditado: “voando”, e... de repente... já estamos em dezembro... Mês de festas, de alegrias, de enfeites, de compras, de preparação. Tempo de comemorar o Natal, de reunir-se com as famílias, com os(as) amigos(as), com aqueles que amamos! Mês no qual para os Cristãos, é tempo de celebrar a vida, o nascimento...

E, embora os casos e mortes causados pela Covid-19 estejam infelizmente, ainda aumentando, temos agora uma esperança CONCRETA que se chama VACINA, pela qual esperamos que chegue logo até nós, não é mesmo?

 

MAS SERÁ QUE TEMOS MOTIVOS PARA COMEMORAR A CHEGADA DE DEZEMBRO E COM ELE, DAS FESTAS DE FINAL DE ANO?

 

Pode ser que alguns de vocês pensem que não, mesmo porque, tivemos um ano muito difícil: quem imaginava usar máscara o tempo todo, levar álcool em gel na bolsa ou no bolso, desinfetar tudo que trouxer da “rua para casa”?

Com certeza se alguém nos contasse que isso iria acontecer, não iríamos acreditar ou entraríamos em desespero só de imaginar...

Mas eu escrevo esse texto para afirmar que vale a pena sim comemorar as festas de fim de ano, pois mesmo em meio a uma pandemia estranha que ainda contamina e mata muitas pessoas, não podemos deixar de acreditar que dias melhores virão...

Como diz a música da banda Jota Quest, precisamos esperar e acreditar em “dias melhores para sempre”... Portanto, celebrar o Natal é fundamental, na medida em que a data significa que acreditamos no nascimento, na vida, na renovação de nossas esperanças...em dias de paz, dias a mais” como diz a letra da canção...

E, embora tenhamos sido “obrigados” a ter um Natal diferente, muitas vezes, longe daqueles(as) que amamos, peço por favor, que não desanimem... E assim, tentem fazer alguns esforços: enfeitem suas casas, montem suas árvores, acendam as luzes natalinas, preparem uma linda e saborosa ceia. Afinal, cada um de nós precisa fazer a sua parte para que o verdadeiro Natal,que está dentro do nosso coração, seja capaz de ultrapassar as propagandas da mídia, o pessimismo, as notícias ruins e a desesperança...

É preciso então, que nossas atitudes sejam concretas para que o Natal realmente nunca passe despercebido... Para isso, é essencial que cultivemos dentro do nosso coração a esperança em dias melhores, pois somente assim eles realmente se tornarão uma realidade.

Com desejos de um Natal com muita saúde, paz e prosperidade para todos(as)!

Até a próxima!

Janayna.

Postagem anterior

9 comentários

  • Olá Janayna! Muito obrigado pela sua mensagem de esperança. Partilho convosco a sensação que querem transmitir no vosso post, mesmo que me encontre a mais de 7.000 km de distância. Três semanas antes do confinamento geral em Espanha e quase toda a Europa (15/03/2020) passei uma tarde no museu do Holocausto em Jerusalém. Aquela visita ajudou-me a lidar com todas as coisas que vieram a seguir. Muitas vezes, quando estava sobrecarregado com o desespero, lembrei-me daquelas imagens e daqueles vídeos do museu. Pensei que aqueles que sobreviveram a um sofrimento inimaginável fossem capazes de começar uma nova vida. Então, por que não vamos ser capazes de superar o caos desta pandemia, se temos infinitamente condições mais vantajosas do que aquelas?
    Saudações.
    Peço desculpa pelo meu português.

  • Querida Janayna,
    Obrigada por este lindo texto e pelo sopro de esperança que ele nos traz. Que possamos nos conectar com essa energia do renascimento e confiar no amor, na fraternidade e na renovação. Que sejam dias melhores para todos. Um beijo carinhoso para você.

  • Olá, querida Janayna, pertencendo o mundo a Deus, sabemos que a vitória é a do bem, que encarnamos para servi-Lo e que necessário é sermos instrumentos de Sua paz. Obrigada pela mensagem de esperança e de fé. O nascimento do Cristo será aqui celebrado com muita alegria.

  • Olá, querida Janayna, pertencendo o mundo a Deus, sabemos que a vitória é a do bem, que encarnamos para servi-Lo e que necessário é sermos instrumentos de Sua paz. Obrigada pela mensagem de esperança e de fé. O nascimento do Cristo será aqui celebrado com muita alegria.

  • Querido Rubens!
    Obrigada por seu comentário que vai ao encontro do que escrevi no texto e também com o que acredito.
    Você me brindou com essa lembrança da música do Lulu Santos, ela é atualíssima para o momento em que estamos vivendo.
    Um grande abraço virtual e um Natal iluminado!

Deixe um comentário