Olá, pessoal!

Em nossos encontros temos conversado bastante sobre a importância da Literatura Infantil na vida de nossas crianças, bem como sobre o papel da família e dos professores no que se refere ao incentivo à leitura.

Hoje vou dar algumas dicas para se ler uma história. O que acham?

Contar uma história pode parecer tarefa simples, mas não é, principalmente quando o maior objetivo é despertar nos pequenos o “gosto” pela leitura...

O ato de ler consiste em uma grande responsabilidade por parte do adulto, pois a leitura literária é um movimento artístico e estético que se configura em um importante instrumento, não somente para socialização da criança e para a construção de valores humanos, mas ainda para que o entendimento de que é papel da literatura “[...] tornar o mundo compreensível transformando a sua materialidade em palavras de cores, odores, sabores e formas intensamente humanas” (COSSON, 2006, p. 17). Dizendo de outra forma, quando lemos para uma criança é preciso ler respeitando a forma do texto, sua arte, sua magia, sua essência.

Deste modo, não basta apenas escolher o livro e começar a lê-lo...

É preciso pensar no antes, no durante e no depois da leitura. Somente assim a narrativa literária se tornará um verdadeiro “deleite” para crianças, isto é, um momento de prazer e de entrega, de viajar para o mundo da imaginação e da fantasia.

Então vamos às dicas?!

 

Antes de começar a leitura

  • Ofereça um ambiente de leitura que seja acolhedor, confortável e tranquilo para os pequenos, isto é, capaz de levá-los ao “mundo do faz de conta”.
  • Apresente o livro, o autor, o ilustrador e o tradutor (se houver).
  • Pergunte sobre a capa do livro: o que veem, como é a ilustração, as cores que aparecem, entre outros.
  • Pergunte sobre o que imaginam que a história falará.

 

Durante a leitura

  • Realize a leitura do livro para as crianças: leia pausadamente, buscando demonstrar, de um lado familiaridade com o texto e de outro, entusiasmo pela leitura.
  • Mostre as ilustrações lentamente enquanto conta a história. Lembre-se de que a criança gosta e precisa acompanhar a leitura tendo como suporte a imagem.
  • Use sua criatividade para dar vida aos personagens; aja com naturalidade para que consiga passar a emoção do texto aos ouvintes.

 

Ao terminar a leitura

  • Permita que os pequenos manuseiem o livro. É muito significativo para a criança ter a oportunidade de tocar no livro, assim a história fará ainda mais sentido para ela.
  • Permita que todos expressem seus sentimentos e impressões a respeito da história, ou seja, dê “ouvidos e vozes” às crianças.
  • Respeite as opiniões de cada uma e incentive-as, também, a respeitar as opiniões dos outros.

 

A intenção, então, é dar à criança a oportunidade de ter experiências significativas e capazes de conhecer, de respeitar e de compreender as diferentes culturas, para que consiga olhar o mundo a partir dos mais variados pontos de vista.

Portanto, quando realizamos cuidadosamente estas três fases: o antes, o durante e o após a leitura, estamos trabalhando a Literatura Infantil de forma estratégica, ou seja, de maneira dinâmica, atraente e significativa.

Isso significa que a partir da leitura de um livro podemos facilitar o desenvolvimento das potencialidades infantis, principalmente porque, as aprendizagens construídas desde a primeira infância são consolidadas no decorrer do crescimento, fato este, comprovado por bases científicas.

Leia para as crianças, com certeza elas vão adorar e vocês também!

E aí, que tal começar?!

 

Até a próxima!

Janayna

 

Referências: Brasil. Secretaria de Educação Básica. Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. Pacto nacional pela alfabetização na idade certa: formação de professores no pacto nacional pela alfabetização na idade certa/Ministério da Educação, Secretaria de Educação Básica, Diretoria de Apoio à Gestão Educacional. - Brasília: MEC, SEB, 2012.

Postagem anterior Postagem seguinte