“Quando uma criança tem contato frequente com diferentes histórias, suas percepções se ampliam, sua imaginação ganha asas e assim ela passa a ver novas possibilidades.”

 

Olá, pessoal!

 

Certa vez, o filósofo inglês Francis Bacon (1561-1626) disse: “Saber é Poder”. E quem não conhece essa frase? Creio que todos nós a conheçamos, não é mesmo?
Essa afirmação nos traz essencialmente a ideia de que todos nós precisamos conhecer, aprender, saber... para conquistar aquilo que desejamos, seja como pessoas ou como profissionais. E é aí que entra a Literatura Infantil, isto é, o poder das narrativas literárias com o objetivo de construir saberes e de ampliar conhecimentos junto às crianças.
Por isso, nossa conversa de hoje será sobre o poder da literatura infantil!
Como já falamos aqui, desde muito pequeninas as crianças precisam ter o contato com textos literários. A partir deles começarão a construir suas próprias visões de mundo, haja vista que simples histórias são capazes de levá-las a compreender o universo que as cerca.
Querem ver alguns exemplos?
Ao contarmos a história de Chapeuzinho Vermelho, elas poderão entender que não é bom desobedecer aos pais, nem tão pouco serem levadas por conversas de pessoas que não conhecemos. Já com a história dos Três Porquinhos, será possível verificar a importância da dedicação ao trabalho e do acolhimento aos nossos irmãos ou amigos, quando precisarem de nós.
Como podemos ver, as histórias nos fazem refletir sobre:
- os nossos comportamentos;
- as atitudes das outras pessoas;
- a importância da ajuda ao próximo;
- o fato de sermos diferentes uns dos outros;
- o valor de sabermos conviver com as diferenças;
- o bem e o mal, alegrias e tristezas, problemas e soluções e muito mais.

 

Histórias estimulam e facilitam o aprendizado

Além de estimular e facilitar o aprendizado, as histórias ajudam na construção de valores humanos tão necessários na vida de cada um de nós. Mesmo porque a partir de narrativas literárias, as crianças podem começar a discernir entre o bem e o mal, bem como a refletir a respeito do tipo de ser humano que gostariam de ser. Assim, contar histórias torna-se uma excelente oportunidade para conversamos sobre boas atitudes e bons sentimentos. Não é mesmo?
Mas continuando a falar sobre o poder da Literatura Infantil, ela contribui ainda para que os nossos pequeninos desenvolvam a memória, a atenção, a concentração, o raciocínio e, principalmente, a sensibilidade perante a vida e a sociedade.
É por meio das histórias que as crianças, mesmo antes de terem o domínio da fala, começam a nomear o que está à sua volta, pois as narrativas aguçam a imaginação e proporcionam o conhecimento de mundo. E para aquelas que já sabem falar e até mesmo ler, a literatura infantil é capaz de ampliar o vocabulário, tendo em vista que a cada nova história lida ou ouvida, elas poderão aprender novas expressões. A cada momento, os livros proporcionam um universo de letras, palavras e frases.

 

Histórias ampliam a percepção e a criatividade

A literatura também facilita a criatividade, haja vista que quando uma criança tem contato frequente com diferentes histórias, suas percepções se ampliam, sua imaginação ganha asas e assim ela passa a ver novas possibilidades. Isso se explica porque o texto literário não traz o mundo tal como é, mas representa o mundo e, deste modo, a criança precisa interpretá-lo, fazendo associações com o seu dia a dia. Torna-se, portanto, o lugar onde a realidade se abre às interpretações do indivíduo. Dizendo de outra forma, nossos pequenos são convidados a pensar o tempo todo quando escutam histórias, por isso se tornam mais criativos, observadores, sensíveis e porque não dizer mais humanos.
E aí, saber é poder ou não é?
Fica aqui então a dica de hoje: estimule saberes lendo uma história para o seu filho, para sua neta, para seu sobrinho, para as suas alunas... Afinal, conhecimento é para ser construído e compartilhado. Basta tentar!

 

Um grande abraço e até a próxima!

Janayna.

 

 

 

Postagem anterior Postagem seguinte